Site language select: Portuguese (Brazil)

Ecologia Política

Ecologia política é uma abordagem interdisciplinar na interface da economia política, antropologia, geografia e ecologia. Procura compreender as questões socio-ambientais com uma preocupação explícita com relações desiguais de poder, assim como com as disputas materiais e discursivas que moldam essas questões, assim evitando explicações simplistas e normativas das mudanças e conflitos ambientais. Desde o seu nascimento nos anos 80, esta abordagem estendeu o seu enfoque inicial nas questões ambientais do Sul – nomeadamente visando as narrativas de degradação ambiental e os impactos da exploração de recursos naturais e de medidas de conservação o ambiente nas populações locais – para questões mais abrangentes, incluindo no Norte: desde ecologias políticas urbanas, das celebridades ou do consumo, até aos impactos do ambientalismo neoliberal, assim como pesquisa crítica sobre os discursos de desenvolvimento sustentável e de modernização ecológica.   Exemplos  de pesquisa em ecologia política por membros do CLOSER:
  • Conservação: conservação neoliberal; impactos locais de medidas de conservação.
  • Desenvolvimento: discursos de ‘desenvolvimento’ e de ‘modernidade’; crítica pós-colonial; desenvolvimentismo e a dicotomia ‘desenvolvimento-ambiente’; geopolítica dos recursos naturais.
  • Lusófona: ecologias políticas dos países de língua Portuguesa - diferentes contextos socioeconômicos que no entanto possuem uma afinidade ao nível da cultura e língua que por sua vez ajuda a compreender as questões socio-ambientais.
  • Dos biocombustíveis: a ecologia política do uso da terra por culturas energéticas; significados conflitantes de ‘terra apropriada para expansão’ e de ‘biocombustíveis benéficos’; novas territorializações e paisagens; impactos nas comunidades locais; biocombustíveis e política ambiental.
  • Uso da terra: agro-estratégias e territorialização; significados conflitantes de ‘terra’; expansão agrícola e seus fatores promotores; desmatamento e significados e conflitantes de tipos de vegetação.
Leituras recomendadas: Bryant R and Bailey S. (1997) Third World political ecology, New York: Routledge. Bryant R (ed). (2015) The International Handbook of Political Ecology, Cheltenham: Elgar. Büscher B, Dressler W and Fletcher R (eds). (2014) NatureTM Inc. Environmental Conservation in the Neoliberal Age, Tucson: The University of Arizona Press. Peet R, Robbins P and Watts M. (2011) Global Political Ecology, London and New York: Routledge. Robbins P. (2004) Political ecology : a critical introduction, Malden, MA: Blackwell.  
<br />
<b>Warning</b>:  Illegal string offset 'alt' in <b>/homepages/28/d589820559/htdocs/wp-content/themes/closer/single-research.php</b> on line <b>47</b><br />
6